Blog

O que é a LEISHMANIOSE VISCERAL?

O que é a LEISHMANIOSE VISCERAL?

Leishmaniose visceral é uma doença infecciosa causada por um protozoário (Leishmania sp), que invade diversos órgãos dos animais, causando sérias lesões e podendo levar à morte.

Quais animais podem contrair a LEISHMANIOSE VISCERAL?

O cão é o principal, mas animais selvagens e outros animais domésticos também são infectados, dentre eles, os gatos, gambás e ratos.

Quais os sintomas?

  • Dificuldade de locomoção
  • Lesões oculares
  • Diarreia
  • Perda de peso
  • Falta de apetite
  • Perda de pelo, principalmente ao redor dos olhos e ponta das orelhas
  • Problemas renais
  • Crescimento exagerado das unhas
  • Feridas na pele
  • Hemorragias

Como ocorre a transmissão?

A transmissão ocorre quando o mosquito-palha (flebotomíneo) pica animais infectados e posteriormente pica animais sem a doença.

É transmissível ao homem?

Sim. É uma zoonose, ou seja, pode ser transmitida dos animais ao homem quando o inseto transmissor o picar.

Onde vivem esses insetos transmissores?

Os mosquitos-palha (flebotomíneos) vivem e depositam seus ovos preferencialmente em lugares úmidos, sombreados e na presença de material orgânico (folhas, frutas, raízes e fezes).

O que posso fazer para evitar a doença?

Inseticidas e repelentes nos animais é forma mais comprovada de prevenção, outras medidas devem ser adotadas:

  •   Vacinar seu cão anualmente com vacinas específicas para a doença.
  • Não passear com os animais após o entardecer, esse é o momento de maior atividade do inseto que transmite a doença;
  • Manter o abrigo dos animais, a casa e o quintal sempre limpos, livre de fezes, acúmulo de alimentos e folhagens.
  • Evitar o acúmulo e embalar o lixo corretamente para evitar a proliferação dos mosquitos-palha;
  • Manter a grama podada para evitar a formação de matéria orgânica em decomposição;
  • No ambiente, utilizar spray repelente ou inseticida e cultivar plantas que tenham essa ação, como o óleo de Neem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *